Home Mundo Sindical SINDJUF-PB divulga Nota de Esclarecimento à categoria e estabelece posição de neutralidade...

SINDJUF-PB divulga Nota de Esclarecimento à categoria e estabelece posição de neutralidade neste 2º turno das eleições

86
0
Sede do SINDJUF-PB em João Pessoa
O SINDJUF-PB Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal no Estado da Paraíba divulgou, por meio da nota abaixo, sua posição de neutralidade neste 2º turno das eleições 2022. A posição da entidade sindical foi referendada por maioria, dentro da sua Diretoria Executiva.
 
A votação pela neutralidade ocorreu conforme votação abaixo:
Favoráveis à nota de neutralidade:
Pedro Neto
Cláudio Dantas
Marcos Brasilino
Cesar Fredrich
Evilásio Dantas
Péricles Costa
Abstenções: —

Contra:
Gildázio Carvalho

 
LEIA ABAIXO, A ÍNTEGRA DA NOTA
 

O Sindjuf-PB vem a público esclarecer o seu posicionamento acerca da declaração pública de apoio da Fenajufe a um dos  candidatos a presidente da República, em ato conjunto com a Fenajud e a Fenamp. O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário da União no Estado da Paraíba salienta que essa foi uma decisão unilateral da Federação sem prévia consulta aos seus sindicatos de base, reafirmando a sua posição de neutralidade para o segundo turno das eleições 2022, especialmente por ter em sua base de filiados servidores da Justiça Eleitoral, que devem ser neutros por dever funcional, resguardado o direito individual de preferência política.

A posição autônoma e independente da Fenajufe não vincula necessariamente o Sindjuf-PB que, como organização coletiva e plural, respeita as diversas posições políticas de seus filiados. Assim como as posições individuais dos seus próprios diretores não representam a opinião da entidade sindical.

Por fim, o Sindjuf-PB reitera que ombreia com outras entidades na luta em defesa da democracia, da defesa da Justiça Eleitoral, do Trabalho e Federal, bem como no fortalecimento do serviço público como um todo.  Reiteiramos ainda que seguimos firmes na defesa dos interesses dos servidores representados, especialmente na atual conjuntura, com tramitação de vários projetos prejudiciais aos seus sindicalizados em tramitação no Congresso Nacional.  Além disso, seja qual for o resultado extraído das urnas no próximo domingo, o ano de 2023 será de muita mobilização para enfrentar os desafios postos contra a nossa carreira. Para enfrentar tudo isso, precisamos de união de todos, tanto sindicalizados como dos não sindicalizados! Unidos somos mais fortes!

A Direção

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here